Seja nosso seguidor, participe!!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Vivemos um Evangelho de Simonia!!!

O Cristianismo Moderno tem como Senhor a SIMONIA

Simonia é a venda de "favores divinos", bênçãos, cargos eclesiásticos, promessas de prosperidade material, bens espirituais, coisas sagradas, etc. em troca de dinheiro. A etimologia da palavra provém de Simão Mago, personagem referido nos Atos dos Apóstolos (8, 18-19), que procurou comprar do Apóstolo Pedro o poder de transmitir pela imposição das mãos o Espírito Santo ou de efetuar milagres.


Simon Magus nasceu na cidade de Samaria Gitta, um país vizinho da Judéia. Os pais chamavamam-se Antonius e Rachel. Ele foi criado no norte do Egito, cidade de Alexandria, onde recebeu uma educação grega. Ele mais tarde se tornou um discípulo de João Batista (alguns dizem de Dositheus, um discípulo de João Batista), a quem ele finalmente conseguiu. Ele reuniu um grande número de discípulos, a quem ele estava acostumado a palestrar de debaixo de um plátano. Uma conta dada no Novo Testamento (Atos 8:9-24) retrata Simon como a tentativa de compra de poderes espirituais do Apóstolos Pedro e João - ". Simonia" - daí o termo.

Fato Histórico

Conflito com Pedro Simon Magus por Avanzino Nucci , 1620. Simon está à direita, vestido de preto. 


Há diferentes fontes para obter informações sobre Simon Magus,  a mais antiga referência a ele é a canônica Atos dos Apóstolos, esta é a sua única aparição no NovoTestamento.
Mas havia um certo homem, chamado Simão, que vivia na mesma cidade que dominava as artes mágicas, e enfeitiçou o povo de Samaria, dizendo que ele mesmo era uma grande personagem: ao qual todos atendiam, desde o menor até o maior, dizendo: "Este homem é o grande poder de Deus." E lhe tinham respeito, porque desde muito tempo os vinha fazendo pasmar com suas artes mágicas. Mas, quando creram em Filipe, que pregava acerca do reino de Deus, e o nome de Jesus Cristo; se batizavam, tanto homens quanto mulheres. O próprio Simão também acreditou:. e quando ele foi batizado, ele continuou com Filipe. Ora, quando os apóstolos que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram-lhes Pedro e João:  que, quando eles foram descer, orou por eles, para que pudessem receber o Espírito Santo:  (eles ainda não havia recebido o Espirito Santo: somente eram batizados em nome do Senhor Jesus) então lhes impuseram as mãos sobre eles, e eles receberam o Espírito Santo. Quando Simão viu que pela imposição das mãos dos apóstolos a unção do Espirito Santo lhes foi dada, ele ofereceu-lhes dinheiro, dizendo: "Dê-me também este poder, para que aquele sobre quem eu impuser as mãos receba o Espírito Santo." Mas Pedro disse-lhe: "O teu dinheiro seja contigo, porque tu tens que receber o dom de Deus, eles não podem ser comprados com dinheiro. Tu parte sem sorte neste ministério porque o teu coração não é reto aos olhos de Deus. Arrependei-vos, pois, dessa tua maldade, e roga ao Senhor, se talvez o pensamento do teu coração podem ser perdoados, pois percebo que estás em fel de amargura, e em laço de iniqüidade." Então, respondeu Simon, e disse: " Rogai ao Senhor para mim, que nenhuma dessas coisas que haveis dito venha sobre mim. " 
Atos conta a história de uma pessoa chamada Simon praticando magia na cidade de Sebaste na Samaria, o encontro com Filipe, o Evangelista, e que, em seguida, tenta oferecer dinheiro aos apóstolos, em troca de habilidades miraculosas, especificamente o poder de imposição das mãos . Em Atos 8:20 , Pedro denuncia atitude de Simão, e declara: "Que o seu dinheiro perece com você!"

Dias Atuais

Não é difícil detectarmos os mesmo padrões nos dias de hoje. Por incrível que pareça os "pastores" tem tratado como algo normal e comum, e chegam ao absurdo de incentivar a prática do suborno espiritual com  desenvolvimento de fé, usando isso como pano para enriquecimentos ilícitos, perjúrio e profanação do evangelho. Para o evangelho da prosperidade, Deus é visto como A MÁQUINA VENDING: você coloca uma mistura de dinheiro + fé e recebe - Dinheiro, casas, carros, cônjuges bonitas(os), crianças inteligentes, bons empregos, bons vizinhos, grandes igrejas, tudo fica lindo, você passa a ser a "Máquina da Feclicidade". Deus torna-se um mero fornecedor de bênçãos e nós passamos a viver em função delas.  Vejamos o que a Bíblia nos dá como exemplo de Cristão. Vamos começar com a história de Jesus, um homem inocente que foi crucificado e que deixou para trás uma mãe que tinha sido a ela prometido que seu filho seria o Rei de Israel (Lucas 1:46-55). Apóstolo Pedro primeiro confessou Jesus como o Messias, mas teve dificuldade para compreender um Messias que pregava o desapego às coisas terrenas e que por fim seria crucificado na pior e mais humilhante condenação recebida por um réu no império romano. Apóstolo Paulo o que precisamos dizer sobre ele? Mas citar estas linhas a partir de sua própria carta aos Coríntios : 'Portanto, a fim de impedir que eu me exalte, me foi dado um espinho na carne, um mensageiro de satanás, para me atormentar. Três veses roguei ao Senhor que o afastasse de mim. Mas ele me disse: "A minha graça te basta, porque o meu poder se apefeiçoa na fraqueza. Modo que o poder de Cristo repouse em mim é por isso que, nas perseguições, nas angústias, quando estou fraco, então é que sou forte" (2 Cor 13:7-10).  Em vez de vermos no Apóstolo Paulo um super star falando as multidões, ostentando luxo e riqueza, constatemente vemos através da Bíblia que ele teve uma vida sofrida, decepções, doenças, pobreza. Em Hebreus 11 vemos claramente como devemos encarar as dificuldades e agir com fé.

Quando os falsos profetas da prosperidade afirmam que somos filho de Deus portanto devemos tomar posse do melhor deste mundo, eles esquecem que este mundo foi dado a satanás, aos principados e postestades. Portanto não devemos compactuar ou tomar posse de nada que nos leve ao propósito final do sacrifício de Jesus Cristo. A igreja foi estabelecida para dar aos pobres, e não tirar dos pobres; a igreja deve ser um organismo espiritual que deve levar os pecadores a Cristo, não vender bênçãos. O evangelho deveria ser doador, não explorador de massas. O evangelho foi instituído dentro de padrões de simplicidade, vejamos o exemplo de Jesus, sem apelar para custos altíssimos, desenvolvidos por metodologias complexas centralizadas em ministérios onde os líderes usufruem de benefícios extravagantes como milhões gastos em horário nobre de rádio e televisão, jatos particulares, mansões de altissimo padrão, fazendas, haras. Vivem uma vida de deuses enquanto a grande maioria de irmãos padecem necessidades básicas e ainda são coagidos a darem o que não tem em prol do "evangelho" com a promessa de viverem o céu na terra, muitas vezes são acusados de não prosperarem por estarem com o diabo e outras aberrações. Isto é uma afronta ao ministério simples de Cristo, dos apóstolos e da igreja primitiva. Vale lembrar que os extremos não são característica dos ensinametos de Cristo, se muitos cristãos no começo caíram no erro monástico da castidade de bens terrenos, fazendo voto de extrema pobreza, os de hoje, estão fazendo exatamente o contrário, votos de avareza e ostentação.

A Bíblia nos dá o exemplo de como deve ser um Obreiro do evangelho de Jesus Cristo.  Nas cartas do apóstolo Paulo escrevendo a Tito, há vários exemplos a serem seguidos:  Tito 1:5-16

  • Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:
  • Aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução nem são desobedientes;
  • Porque convém que o bispo seja irrepreensível, como despenseiro da casa de Deus, não soberbo, nem iracundo, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância;
  • Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;
  • Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes.
  • Porque há muitos desordenados, faladores, vãos e enganadores, principalmente os da circuncisão,
  • Aos quais convém tapar a boca; homens que transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância.
  • Um deles, seu próprio profeta, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos.
  • Este testemunho é verdadeiro. Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé.
  • Não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade.
  • Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.
  • Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.

Veja o que se fala sobre os lideres das igrejas no Brasil e tire suas proprias conclusões:



Assista este Documentário e tire suas conclusões:

Parte 01

Parte 02

Parte 03

Parte 04

Foi isso que Jesus ensinou, quando disse ide por todo mundo e pregai o evangelho.
"Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo.  Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais" I Coríntios 5.9-11; é para separar o vil do precioso (Jeremias 15.19), o santo do profano, e o imundo do limpo (Levítico 10.10).


Postagens populares no Blog: