Seja nosso seguidor, participe!!!

domingo, 17 de junho de 2012

Conhecendo a árvore pelos seus frutos!!!


"Que a Igreja perca o dinheiro, mas não perca a si mesma", afirma Cardeal Martini

"Que a Igreja perca o dinheiro, mas não perca a si mesma". Essa é a opinião do cardeal italiano Carlo Maria Martini, arcebispo emérito de Milão, em nota publicada no jornal Corriere della Sera, 27-05-2012 acerca do vazamento de documentos no Vaticano.


Se não fosse a fala de um cardeal da igreja catolica apostolica romana, estariamos nos identificando  com o que vem acontecendo nas igrejas cristãs pós reforma do Frei Martinho Lutero, " CONTRA O COMÉRCIO DAS INDULGÊNCIAS" em 31 de Outubro de 1517.  Grande é o número de líderes que propagam a Teologia da Prosperidade e assim pervertem o verdadeiro evangelho! São campanhas, estratégias e métodos, criados para assim líderes corruptos arrecadem dinheiro para satisfazerem seus desejos carnais. A bíblia nos adverte que nos últimos tempos muitos abandonariam a fé (em Cristo), e dariam ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrina de demônios (1Tm 4.1). Temos visto nos dias de hoje um crescimento assustador dentro das igrejas da “prosperidade”, seria isso um novo mover de Deus? Não! Infelizmente isso apenas denota que as igrejas (não todas) estão dando boas vindas ao anticristo. Nessas igrejas, pouco ou quase nada, ou nada se fala sobre santificação. O assunto predominante é TER e não o “ser”. O seguidor dessa doutrina nem sempre sabe, mas, está sendo guiado por um caminho onde dificilmente encontrará Jesus Cristo.

Conhecendo a árvore pelos seus frutos

A grande parte dos ministros e seguidores (não todos) da “teologia da prosperidade”, não tem apresentado a Deus os frutos que Ele espera (Gl 5.22). Os frutos dessa falsa teologia geralmente são ambição financeira, pois vivem na “arte do ter”. Outro de seus frutos é apenas o desejo de ser Deus! Não é brincadeira não! Eles pensam que são "deuses". Eles colocam a soberania de Deus em segundo plano; são eles que determinam o acontecimento das “coisas”, suas vontades não podem falhar (a de Deus Sim?). Tudo aquilo que eles “determinam” em oração certamente irá acontecer (?). Os planos de Deus estão sempre abaixo da autoridade deles. Deus para a teologia da prosperidade é só um serviçal.

Há um famoso pregador (de heresias), que ousa afirmar (sem o uso de exegese), que Jo 14.13, está traduzido nas bíblias de forma “errada”! Na visão desse apresentador de programas televisivos, a palavra que deveria fazer parte desse texto é: DETERMINAR e não pedir!

Nossa refutação sobre esse termo chamado “DETERMINAR” é simples e eficaz, acompanhe em sua bíblia:

João 14.13, na íntegra: “E tudo quanto PEDIRDES em meu nome eu o farei, para que o pai seja glorificado no filho”. Creio que os teólogos da prosperidade não saibam, mas, esse texto trata de três pessoas, veja: 1ª pessoa: Você pedindo; 2ª pessoa: Jesus mediando seus pedido; 3ª pessoa: ao Pai (ver também versos 14vv).

Se a palavra “pedir” fosse realmente mudada por “DETERMINAR”, então, você teria poder de determinar ao Pai. Por favor, teólogos da prosperidade, não venham dizer que vocês apenas determinam ao Diabo, pois existe inclusive um hino de um cantor da vossa fé que diz:

Determine! Determine! Determine! Determine! Determine! Determine a BENÇÃO!

E agora? Vocês estão determinando para quem? Se for para Deus, vocês estão se condenando ao inferno, porque não podemos dar ordens para Deus!

E se vocês estão determinando para o Diabo, quer dizer que sua BENÇÃO vem do Diabo?
Na verdade toda doutrina que vem do “homem” ou do “Diabo”, não consegue se manter firme, quando esta é posta frente a frente com a bíblia sagrada.

ASSISTAM !!!


Postagens populares no Blog: